Análise de Interface: Saraiva Menu & Áreas de Acesso

A Saraiva e-megastore é uma das minhas principais fontes de compra pela internet, pelos prazos e variedades de produtos, mas possui algumas falhas, frustantes e que tornam a experiência de realizar uma compra cansativa.

A ideia de escrever esse post surgiu a partir do momento em que eu, um usuário já cadastrado, comecei a ter dificuldades de acessar a minha conta e assim conseguir efetuar novas compras (com mais facilidade), acompanhar pedidos ou até mesmo entrar em contato para relatar alguma dificuldade qualquer.

Um e-commerce tem como essência ser uma forma fácil e prática de realizar compras, através dele podemos adquirir produtos que não encontramos em lojas físicas, com preços e condições de pagamento mais acessíveis (muitas vezes), além de conseguirmos visualizar uma quantidade maior de produtos e termos a comodidade de recebê-los em mãos, sem a necessidade de um deslocamento. Essa praticidade deve estar refletida e representada na interface do site, pois se o usuário tem dificuldades em encontrar o produto desejado ou para finalizar a compra, ele certamente vai desistir dela.

Quanto tempo você levar para encontrar o “Login” no site da Saraiva?
Foi o desafio que lancei no Facebook, e nenhuma das 8 pessoas que participaram tiveram facilidade para encontrar devido a questão de rotulagem (Título dado a funcionalidade). Um usuário levar 10-15 segundos para encontrar, ou ter que clicar em outras áreas para tentar alcançar a funcionalidade desejada, significa que algo precisa ser melhorado, pois interfaces são voltadas para os usuários e devem receber constantes melhorias para que eles consigam ter a melhor experiência possível.

Análise da Interface: Rotulagem


O primeiro problema identificado foi o de rotulagem, tanto para usuários já cadastrados, como para novos usuários. Devemos levar em consideração que temos que aproximar a linguagem utilizada, de acordo com a experiência dos usuários.


1-Usuários já cadastrados:

“Olá visitante, clique aqui para identificar-se”, essa frase além de ser longa não se diferencia nem um pouco do restante das informações agrupadas por proximidade. Se já sou um usuário cadastrado, e quero realizar meu login, quer dizer que não sou um visitante, sou o usuário “X”. A palavra Login é algo já estabelecido e que permite uma associação muito mais rápida.


2-Novos Usuários:

“Meu Cadastro”, passa a ideia de que eu já sou um usuário registrado e quero visualizar meu dados, a palavra “Registre-se” ou ainda “Cadastre-se” poderiam ser utilizadas tornando muito mais eficiente a captação de novos usuários cadastrados.


3-Meus pedidos:

“Meus Pedidos”, esta funcionalidade permite o usuário já cadastrado e logado, visualizar pedidos que estão em processo de separação, entrega e etc…Por tanto é uma funcionalidade voltada para esses clientes. Para novos usuários, não faz sentido exibir isso, “Meu pedidos? Mas eu nunca comprei nada aqui”.


4-Meu Carrinho:

Esta seção armazena os produtos desejados, você pode inserir vários produtos antes de finalizar a compra, mas ele não mostra, enquanto você navega pelas seções, quantos produtos você já inseriu nele.

Análise da Interface: Proximidade

Já estamos habituados a encontrar as funcionalidades de Login e Cadastro próximos uns dos outros, neste caso da Saraiva eles foram colocados sim no mesmo grupo de funcionalidades, mas em lados opostos, uma na parte superior esquerdo do grupo e outro no lado direito inferior. Além disso, reforço o que disse anteriormente, deveria ter uma distinção visual entre essas funcionalidades.

Análise da Interface: Facilidade & Consistência


Os elementos 1, 2 e 3 (quando você ainda não conseguiu se logar) levam para a mesma seção. Aqui vejo como uma solução simples, fazer o que o Twitter faz hoje, o login é realizado na mesma tela de acesso por uma aba que abre em estilo “Drop Down Menu”, não é necessário fazer um usuário que já passou por um formulário ter que viajar entre as seções para conseguir alcançar o seu objetivo, com isso você acaba aumentando a chance de ele cometer um erro e ter sua experiência do usuário abalada.

Conclusão
As falhas encontradas nessa área do site da Saraiva, são falhas básicas e simples, mas que podem comprometer uma boa experiência, devemos focar nos usuários finais e replicar a politica de bom atendimento, de agilidade também na interface. Os pontos que descrevi acima, não comprometem a utilização do site, mas sim, dificultam sua utilização e podem fazer com que usuários menos pacientes não estejam dispostos a exercer tanto esforço para realizar uma compra. Os detalhes por mais simples que sejam, podem se tornar grandes diferenciais levando em consideração que lidamos com usuários cada vez mais capazes e exigentes.

Considerações:
-Agradecimentos a todos que contribuiram no Facebook. 🙂
-Uma boa referência de leitura para tópicos apontandos nesse post, é o livro “Não me Faça Pensar”, do autor Steve Krug.

Anúncios

2 comentários

  1. Marcelo Leal · outubro 31, 2011

    Gostei no post muito bem explicado e claro, porém esta situação informada neste post é o que mais se vê em ecommerce Brasileiro.
    Falahs basicas e simples, mas que ninguém corrige, e compromete toda a usabilidade so site, que é ótimo mas poderia ser bem melhor, com esta dicas do Gabriel Pinheiro.

  2. Gabriel Pinheiro · novembro 4, 2011

    Obrigado Marcelo por expor a tua opinião, que bom tenha gostado!

    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s